Recurso EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA

Caros associados (as)

 

No último dia 01/08/2017 foi publicado o Acordão dos EMBARGOS DE DECLARAÇÕES opostos tanto por parte do INVESTVALE e FRANCISCO VALADARES PÓVOA, quanto por nós da APEVALE.

Conforme divulgado no ultimo informativo:

“Prezados,

Em relação às transferências de cotas ocorridas entre maio e agosto de 1997, o STJ entendeu que o direito à indenização estaria prescrito em 21/06/2016.  Contudo, a decisão foi revertida.

A prescrição declarada na decisão do recurso especial em 21/06/2016, que retirava o direito dos associados da APEVALE que venderam suas cotas entre maio de 1997 a 27/08/1997 foi afastada conforme acordão publicado hoje 01/08/2017. ”

Portanto todos Associados da APEVALE foram contemplados com a decisão, ou seja, são partes no processo ainda que negociaram e ou venderam suas cotas neste período.  

Diante do Resultado 100 % favorável a APEVALE o INVESTVALE e FRANCISCO VALADARES PÓVOA interpuseram mais um recurso EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA.

Informaremos oportunamente sobre os próximos passos que serão tomados para o prosseguimento da ação, bem como o parecer técnicos de nossos Advogados referente ao Recurso EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA interposto pelo INVESTVALE. 

Atenciosamente,

Geraldo Eustáquio da Silva

Presidente da APEVALE

Andamento do processo

CONTATO

Para dúvidas, opiniões, informações, não deixe de entrar em contato conosco!